isso é baía formosa

eu depois do velejo

  • "viver a poesia é muito mais necessário e importante do que escrevê-la" murilo mendes

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

fado

eu disse como
seria bem mais razoável.
aceitável.
suportável.
há horas desejaria estar
na quietude em que o sossego
inquieta tanto que se torna algo estranho;
mesmo intolerável de se manter.
as horas prolongam-se quando desinquietas...
continuo a escrever teu nome
sem nome,
como se não fossem efêmeras
letras na areia.
preciso adormecer
“ah esse chet baker que não me deixa dormir”
abraço (a)manhã de alma aberta!



(patti smith cantando baixinho ali na vitrola)

9 comentários:

cecíliaassis@yahoo.com.br disse...

Hoje acordei com uma grande vontade de ler algumas coisas bonitas e inéditas. Uma amiga me falou sobre esse blog e confesso que estou apaixonada por suas palavras simples e inteligentes. Acredito que você deve ser exatamente como escreve; por ter escolhido essa Baía Formosa para viver, por admirar e exaltar as mulheres, pelos esportes que pratica. Parabéns por tudo isso! Voltarei mais vezes para reler e ver as novidades.

Anônimo disse...

ela sabe muito bem o que quer
ela sabe o que precisa fazer
e vai à luta (não escuta ninguém)
ela sabe muito bem
o que é que se espera de uma mulher
mas não quer nem saber...,

Engenheiros do Hawai

Raissa Maria disse...

obrigada cecília e volte sempre. acredite, fiquei lisonjeada com o seu comment!! ^_^

ou anônimo do hawai... inventa um nome, fica mais fácil a comunicação hehehe!!

lou, disse...

Ouse,ouse...ouse tudo!...

Thissa disse...

As palavras de cecilia foram belas.
Tenho a dizer também que apenas conhecendo suas palavras, admiro seu gosto pela vida, natureza, esportes e animais.

Raissa Maria disse...

ei thissa, amo mesmo os animais... a vida e tudo de bom que a rodeia. venha aqui mais vezes!!

Raissa Maria disse...

e... "lou" salomé?! ;);)

MLigia disse...

Palavras sempre agradáveis aos meus ouvidos e à minha alma.
Beijo

Raissa Maria disse...

beijo de saudades de ver você passar, mligia. saudades de conversar bem muito. de ficar calada junto. isso agrada à minha alma. beijo!