isso é baía formosa

eu depois do velejo

  • "viver a poesia é muito mais necessário e importante do que escrevê-la" murilo mendes

domingo, 29 de junho de 2008

deus somos nós

às vezes, fico assim,
imóvel, estática, apoiada
apenas num dos lados de mim;
quieta, parada, esperando
que a maré suba e me leve
bem de leve pra outro lugar
sera que voce existe,
lê hemingway,
gosta de deitar na praia
e ouvir musica antes de dormir?
sera que voce existe...

"nao quero ter a terrivel limitaçao de quem vive apenas do que é passivel de fazer sentido. eu nao. quero é uma verdade inventada."
clarice lispector

by luis fernando verissimo

"quando a gente acha que sabe todas as respostas,
vem a vida e muda todas as perguntas"

by hilda hilst

"o nunca mais nao é verdade.
ha ilusoes e assomos, ha repentes
de perpetuar a duraçao.
o nunca mais é so meia-verdade
como se visses a ave entre a folhagem
e ao mesmo tempo nao"

by martha medeiros

"gostar de alguem é funçao do coraçao, mas esquecer, nao. é tarefa da nossa cabecinha, que, aliás, é nossa em termos: tem alguma coisa la dentro que age por conta propria, sem dar satisfaçao. quem dera um esforço de conscientizaçao resolvesse o assunto!"

sábado, 28 de junho de 2008

hoje recebi um presente lindo, um livro sobre viagens. ja gosto dele e apenas o folheei... viajar é vivermos conosco mesmos, so que noutra cidade ou país. e é por isso que é bom... melhor que mudar o corte de cabelo ou de casa. viajar é sermos outra pessoa durante um fim de semana ou umas ferias de verao. estas viagens sao todas as vidas que cabem na viagem ainda maior: o que voce está lendo mesmo?!

segunda-feira, 23 de junho de 2008

paradoxos


eu quero fazer um silencio...
acorda amor, ta tarde!
as ruas da praia ja tem cheiro de filtro solar.
hoje eu revivo um amor que parecia estar cicatrizado!
a poesia...
e eu vou ate onde o meu amor aguentar
num silencio tao doente do vizinho reclamar!

e como sei que nao tenho nada de santa...
voce é daqui?
olhe pros meus pes e tire suas proprias conclusoes.
pode deixar...
vou quebrar o salto do meu all star cano alto!

desejos impossiveis

1. pescoço de penelope cruz
2. braços de madona
3. pernas de ivanovic
4. voz de amy
5. sorriso de marylin
6. perspicacia de degeneres
7. sutileza de beauvoir
8. elegancia de yeda moura
9. sabedoria de vovo tudinha
10. paciencia de meu pai
11. ousadia de lou salome
12. nariz de meu amor

oh my god...
quanta bobagem!
confesso que este blog está mesmo uma droga!
pouco tempo e pouca inspiraçao nao me tem deixado espaço para escrever aqui o que gostaria...
espero que a crise passe depressa!

dá-me um livro e
dar-te-ei um beijo...
às vezes o fundamental se resume a pequenas coisas
palavras que sao ditas e as que se deixam ser ditas pelo silencio
saudades tuas em mim...
amores antigos tambem sao bons
ha misterios em cada ponte, em cada pedra
e nao consigo desvendá-los. nem quero!
consegui meu equilibrio cortejando a insanidade,
jamais cometo pequenos erros quando posso causar terremotos.
mas o dia passa. os dias passam. nós ficamos melhores...

quinta-feira, 19 de junho de 2008

livros, música e mulheres...

o que tambem me inspira?

o mar... inspira
quando sussurrado
soprado ao vento
visto em pensamento
um grito dito
feitiço que enfeitiça!


o cheiro... inspira
quando sentido, cheirado,
cheiroso, gostoso,
cheiro de gente, de pele,
de arvores, folhas, galhos e raízes
cheiro de flores, de amores,
de amores!

os loucos... inspiram
ah! os loucos...
cálidos, às vezes sádicos
os loucos nao deveriam morrer nunca,
imortais - sempre.
loucos pela vida,
para preencher os vazios d'alma
procuram o que encontram,
sabem o que nao querem
saltitantes de alegria
quando é boa a notícia ou a fantasia.
apegados a insignificâncias
os loucos sao loucos por beijos,
por sorrisos gargalhados,
por entraves românticos...
loucos celebram a existência,
irradiam luz e devoram livros
aos bramidos, uivos, gemidos,
tornam mais pensativos...
os mortais.

domingo, 15 de junho de 2008




mais um dia...
de chuva, de vida...
talvez eu saiba viver sem mim,
mas não sem meus livros!
livros deixam o mundo menos triste.
eles sim, são a personificação de tudo que eu sonhei pra mim...
estou apaixonada pela idéia de amar
e essa história de descobrir a pessoa aos poucos,
me deixa mais apaixonada ainda...
é uma eterna convivência de descobertas!
mais um dia de chuva,
de vida vivida...
chuva lembra inverno que lembra chuva
que lembra frio que lembra edredom
que lembra filminho no quarto de dormir
que lembra aimée e jaguar, um dos filmes mais belos e mais tristes.
inverno também lembra a música do djavan
que toca no ipod do meu amor
e diz que um dia frio é um bom lugar pra ler um livro...
o de marcia tiburi é um dos que quero ter por perto!




"sem a intensidade da paixão, a vida é, sem dúvida, uma cilada cujo limite é a comodidade, cuja verdade é o medo de ir demasiado longe" (será que é nietzsche?)

não sei quem escreveu isso, mas me identifiquei logo de cara, até porque me lembrou algo dele: "a vida sem paixão... quem consegue viver tal vida?"

eu não eu não eu não rsrsrsrs...

by eu mesma


dormi ouvindo "stand by me" no repeat estirada na rede da varanda que olha o mar para aliviar a temperatura do corpo e dos sentimentos. acordei outra. definitivamente é possível combinar mar, areia e beatles! e que seja perdido o dia em que não surfei...

pontes... passagem para outra margem




by tim maia


"ter um sonho todo azul
azul da cor do mar"